quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O estranho peixe dos britânicos

video

O espetáculo "Strange Fish" do grupo londrino DV8 Physical Theatre é uma inspiração para a construção coreográfica de "Ocasiões" (Título Provisório). Se quiser saber mais sobre o grupo, acesse o site www.dv8.co.uk.

terça-feira, 24 de agosto de 2010



Com o título provisório de Ocasiões, o nova montagem teatral do TCA.Núcleos está á procura de um nome, que vai ser dado pelo público. Para sugerir, basta acessar o blog do projeto (espetaculoocasioes.blogspot.com), com mais informações sobre o espetáculo, que está em processo de construção, como textos, fontes de inspiração e imagens dos ensaios.

Estaremos sorteado entre as sugestões postadas no Blog, 4 convites para festa Zona Mundi e 4 convites para a inauguração da Concha com o show de Otto. 

A peça, dirigida por Jacyan Castilho e com dramaturgia de Cláudia Barral, tem como ponto de partida as festas, encontros e celebrações entre amigos e familiares, para, a partir daí, narrar pequenos episódios e tramas que ilustram os ambientes festivos. O espetáculo tem estreia marcada para outubro, e temporadas já confirmadas no Centro Cultural Plataforma e na Sala do Coro do Teatro Castro Alves.

Inspiração no "Baile" de Scola



"Ocasiões" (título provisório) tem como primeira inspiração o longa-metragem "O Baile", do cineasta italiano Ettore Scola. Sem diálogos, o filme reúne personagens num salão de dança onde pequenas tramas vão sendo desenroladas, traçando um panorama histórico e musical da França dos anos 30 aos 80. Acesse o trailer do filme: http://www.youtube.com/watch?v=E_ELyZhocQo
 
 

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A vida é uma festa

Batizado, aniversário, Primeira Comunhão, Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal, Reveillon, quinze anos, calourada, formatura, aniversário de namoro, despedida de solteiro, casamento, aniversário de casamento. Festa na escola, festa na faculdade, festa no escritório, festa-surpresa, festa de largo, festa de santo. Carnaval, São João, eleição, Copa do Mundo, 2 de Julho, Lavagem do Bonfim.


A vida é uma festa. Certo?

Hum.... Depende do que você chama de festa.

É a ocasião de encontros, de comemoração, de dança e música, de afeto entre amigos ou entre a família? Então sim.

Mas e quem pra sente deslocado, pra quem é tímido, pra quem não gosta de ajuntamento de gente? Bom, nesse caso, a vida às vezes também é uma festa, sim.

O fato é que, sem percebermos, moldamos o ritmo de nossas vidas pelas ocasiões de encontros, comemorações e rituais, públicos e particulares, aos quais nos acostumamos a freqüentar ano após ano. A festa, o ritual, a celebração, são quase sempre motivos de encontro, de comunhão, de troca de afetos ou interesses. Mas podem ser (e frequentemente são), ocasiões de descentramento, de desencontro, de ruptura; o local onde alguém se sente, literalmente, deslocado.

Quem nunca quis “desaparecer” no meio de uma festa? Quem nunca desejou, no meio da euforia geral, estar em outro lugar? Quem já não se decepcionou com “aquela” festa tão esperada, quem nunca sorriu amarelo durante horas a fio para quem não conhecia? Por outro lado, quem já não dançou tanto que voltou pra casa sem sapatos? Quantos não encontraram o amor de sua vida numa festa; quem nunca foi à “festa de sua vida”; quem não daria a vida para ter ido a uma?

As histórias são sempre muito parecidas, por isso é fácil reconhecê-las: Natal melancólico ou Natal festivo; amigo secreto, presente errado; porre homérico com direito a vexame; o primeiro beijo; a dança na rua; o tropeço na valsa; a briga de família; apertos de mão protocolares; cantoria em uníssono, parabéns pra você.

São estas ocasiões, tão familiares, que nós vamos reviver, juntos, neste espetáculo. Você está convidado a entrar, puxar uma cadeira, ficar à vontade e se esbaldar. Desculpe o clichê, mas teatro também é lugar de encontro. Então, que este nosso encontro seja uma festa!

Jacyan Castilho
Diretora

Você pode sugerir o nome do espetáculo. Clique aqui